ecologia e sustentabilidade

Como ecologia e sustentabilidade estão aliados ao surf

Publicado

O universo do surf sempre esteve ligado ao respeito à natureza. Muito mais do que produtos ecologicamente corretos, levam estes princípios da ecologia e sustentabilidade em materiais, projetos sociais, parcerias com ONGs, entre muitos outros.

A ecologia e a sustentabilidade estão ligadas ao surf em seus princípios, na sua origem. E, cada vez mais, com a disseminação destes conceitos, vemos que o surf é um grande aliado do desenvolvimento sustentável.

Quer saber mais sobre o tema? Siga a leitura e entenda!

Ecologia e sustentabilidade de frente para o mar

Viver de frente para o mar tem suas vantagens e elas não dizem respeito somente à qualidade de vida, que é inegável.

Os praticantes do surf estão intimamente ligados com a natureza. Desde as primeiras ondas e braçadas aprendem a respeitar o mar e a natureza como um todo.

Vivem suas vidas em contato estreito com a natureza e, por isso, é impensável que não estejam estreitamente relacionados. Afinal, eles sentem na pele, todos os dias, os problemas que a falta de conscientização podem acarretar.

A poluição dos oceanos, um tema em voga, por exemplo, é uma preocupação constante e uma bandeira levantada por muitos surfistas de renome, como Carlos Burle, bicampeão mundial de ondas gigantes, e Rodrigo Koxa, recordista mundial com a maior onda surfada na história.

Este é um problema que não fica limitado somente à poluição e águas contaminadas, mas prejudica os animais marinhos, as aves e todo o ecossistema.

Cases que aliam ecologia e sustentabilidade

Diversas marcas têm aliado ecologia e sustentabilidade em seus produtos para atrair este público.

Uma das marcas mais ligadas ao universo surf, a Reef, utiliza couros sem cromo. O cromo é um metal utilizado para curtir o couro que pode impregnar o solo após o seu descarte.

Outra marca bastante forte neste cenário, a Billabong, em parceria com a Água Schin, criou a primeira bermuda em malha feita a partir da reciclagem de garrafas pet.

E não são somente as marcas que estão cada vez mais focadas. O Green Savers, por exemplo, é um portal de informação que produz e agrega notícias importantes sobre sustentabilidade. Uma ferramenta fundamental para a disseminação destes conceitos.

Nomes importantes do surf também estão engajados. O surfista gaúcho Jairo Lumertz criou pranchas feitas a partir de garrafas pet e ensina como fabricá-las em workshops. Além de dar destino a um material poluente como o pet, a prancha fica com um custo bem mais acessível, tornando o surf ainda mais popular.

O que todos eles possuem em comum, portanto, é promover o desenvolvimento sustentável como um dos pilares para uma sociedade equilibrada com os recursos do planeta.

O universo do surf estão aliados à ecologia e sustentabilidade por um futuro melhor do nosso mundo.

Deixe seu comentário abaixo